sexta-feira, 3 de julho de 2015

10 dicas para controlar o estresse no começo do seu negócio



Link permanente da imagem incorporada

Estresse: acordos desfeitos, pressão familiar e atividades acumuladas são algumas fontes de irritação do empreendedor

São Paulo - Começar um novo negócio é uma empreitada cheia de esperanças e receios, e um pouco de estresse faz parte. Mas, quando ele passa dos limites, é preciso tomar uma atitude para evitar erros básicos.
Segundo Cristina Ortiz, professora da Business School São Paulo (BSP), a maior preocupação que pode existir é a de que seu negócio não vai para frente. "Isso não ajuda ninguém. Cada vez que um empreendedor não alcança o sucesso, são empregos a menos, inovação que deixa de acontecer e um possível acordo de compra por uma grande empresa que não ocorre".
Para não ser pego de surpresa pela preocupação, o futuro dono de negócio deve saber se tem equilíbrio emocional. "Alguns empreendedores são naturalmente mais ansiosos, querem ganhar dinheiro rapidamente. Outros conseguem gerenciar o risco e sabem que vai demorar para ganhar dinheiro", afirma Letícia Menegon, coordenadora da Incubadora de negócios da ESPM.

Muitos associam o sonho de ter seu próprio negócio à ideia de poder descartar chefes, horários e cobranças. "Na verdade, o que eu escuto dos meus próprios alunos é que isso é um engano que acaba gerando estresse", diz Vanderli Frare, coordenadora do curso de pós-graduação em Gestão Estratégica de Pessoas do Ibmec/DF. 
Veja, a seguir, algumas dicas para ter mais segurança na hora de tocar o empreendimento:

1. Acumule experiências e conhecimentos

Para Cristina, o empreendedor costuma se apaixonar pela ideia da empresa e é muito mais focado nela do que em uma análise do contexto do setor. "E isso é justamente o que ele deveria fazer para diminuir o estresse. Quanto mais informação ele tem, mais seguro fica", afirma a professora.
O conhecimento necessário para ter o negócio não é só aquele da área de atuação do empreendedor, mas sim de todos os aspectos de uma pequena empresa: logística, finanças, gestão de pessoas e aspectos jurídicos e legais. "Via de regra, os empresários vão com muita intuição e vontade, mas faltam o preparo e o conhecimento", diz Vanderli.

2. Empreenda porque você quer ter um negócio

Uma série de motivos podem ser dados na hora de justificar a escolha pelo empreendedorismo. Abrir uma empresa simplesmente porque não aguenta mais o emprego ou apenas porque quer ganhar mais pode gerar infelicidade no trabalho e, portanto, muito estresse. "Tem que abrir um negócio porque você acredita nele, tendo muita certeza do que quer", diz Cristina.

3. Entenda o setor e qual o diferencial da empresa

É comum o dono de negócio ficar estressado no começo porque tem dúvidas se terá clientes. Para esta preocupação, o remédio é saber que a empresa está em um lugar onde muitos precisam do produto ou serviço oferecido.
"O empreendedor de alta intensidade olha nichos onde os grandes setores não estão olhando. Em países emergentes, esse tipo de olhar é ainda maior, porque há muito que precisa ser feito", afirma Cristina. 

4. Planejamento é a regra

Para Vanderli, o brasileiro tem o sonho de se libertar do emprego, mas esquece que se preparar faz parte da lição de casa na hora de abrir o negócio. Saber exatamente o que acontece na empresa é uma das principais chaves para reduzir o estresse.
Outra grande fonte de preocupação vem dos relacionamentos com outras empresas e da falta de cumprimento de acordos, diz Letícia. "Toda vez que for desenvolver parcerias, faça o planejamento. Um bom entendimento das partes ajuda a diminuir o estresse". 
Não é porque você teve uma ideia hoje que você deve executá-la amanhã. "Controle a ansiedade do tempo que o negócio demora para virar e tenha uma reserva garantida para suportar esse tempo", recomenda Cristina.

5. Já planejou? Agora, organize-se

Além de planejar, é recomendável que o empreendedor guarde toda a documentação do seu negócio de forma organizada. Isso não só tranquiliza o empreendedor, mas gera eficiência ao administrar seu tempo.
"Às vezes, a própria organização das atividades coloca estresse no empreendedor, porque ele coloca muita coisa para fazer em um curto espaço de tempo", afirma Letícia. Na hora de marcar compromissos na agenda, verifique se já não há outro no lugar.

6. Só gaste quando, de fato, receber

Uma regra de ouro para não se estressar é não gerar problemas financeiros que podem ser evitados. Lembre-se que um contrato só é cumprido quando o empreendedor realmente recebeu o dinheiro.
"Use essa quantia para criar fluxo de caixa e não comprometa seu patrimônio. A dívida de um contrato que não se realizou é uma grande fonte de estresse, já que, às vezes, ir para a Justiça sai ainda mais caro", diz Letícia.

7. Não leve seu trabalho para casa e vice-versa

Antes de chegar a hora da abertura do negócio, recomenda-se ter uma conversa com os familiares. "O negócio até pode ter lucro no começo, mas este será usado para reinvestir na empresa. É preciso explicar que o retorno do investimento pode demorar um pouco e pedir, nesse período, a revisão dos gastos na casa", afirma Vanderli.

8. Dialogue com seu sócio

Se o negócio terá um sócio, também deve ter uma conversa profissional. Vanderli recomenda, se possível, fazer um acordo por escrito sobre o que não é aceitável na empresa.
"Alinhe as expectativas com seu parceiro na empresa. Caso contrário, essa falta de objetivos comuns pode gerar problemas de relacionamento", diz Letícia.

9. Escolha um time que te apoie

Para não deixar o estresse tomar conta, é bom escolher colaboradores em quem se possa confiar. Ter funcionários que complementem suas competências é apenas uma parte da tarefa. "O empreendedor também deve ter um grupo que o motive quando as coisas estão difíceis", diz Cristina.

10. Descanse

Por fim, muitas vezes o estresse vem de um trabalho constante que pode não estar rendendo o tanto que o empreendedor imaginou. "Pesquisas mostram que fazer intervalos de descanso no período de trabalho gera um aumento de produtividade e também uma redução da fadiga pelo estresse", afirma Letícia. "A pessoa descansada consegue começar um dia melhor"
http://exame.abril.com.br/pme/noticias/10-dicas-para-nao-perder-a-cabeca-no-comeco-do-seu-negocio

Nenhum comentário:

Postar um comentário